Voltar

Temer: reforma da Previdência combate privilégios na distribuição de aposentadorias

05.12.2017

A reforma da Previdência zela pela igualdade entre os brasileiros. A afirmação é do presidente da República, Michel Temer, que discursou durante evento da revista Istoé, em São Paulo, que premiou brasileiros notáveis nesta terça-feira (5).

“A reforma da Previdência visa combater os privilégios, o que a reforma faz é proteger os pobres que pagam pelos que ganham muito no serviço público”, ressaltou o presidente. A reforma da Previdência está sendo discutida no Congresso Nacional e uma das propostas e alinhar as aposentadorias no serviço público, para acabar regras especiais que beneficiam algumas categorias, principalmente as favorecem servidores de alta renda, como políticos, magistrados e funcionários públicos de alto escalão. “A ideia da igualdade é a força motriz da reforma da previdência”, destacou Temer.

Outra medida que é analisada pelos parlamentares é a idade mínima para ter acesso ao benefício. O texto altera progressivamente a idade mínima para receber a aposentadoria, que ao longo de 20 anos chegará a 65 anos para homens e 62 para mulheres. Segundo o presidente, é necessário esclarecer a população para eliminar preconceitos quanto à proposta e informações inverídicas.

FONTE: Planalto