Voltar

Presidente Michel Temer: redução nos juros tem base nos “sólidos indicadores” da economia

12.04.2017

O presidente da República, Michel Temer, atribuiu aos “sólidos indicadores” da economia a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) em reduzir a taxa básica de juros em um ponto percentual. Antes em 12,25%, a Selic agora será de 11,25%. Esta foi a quinta redução seguida do índice, a maior observada desde março de 2009.

Com a decisão do Copom, a taxa alcançou o menor patamar desde outubro de 2014. Em mensagem lida pelo porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, Temer ressaltou que a inflação no primeiro trimestre de 2017 atingiu seu nível mais baixo desde o início do Plano Real, em 1994.

“A decisão do Copom foi justificada com bases nos sólidos indicadores recentes da economia brasileira”, disse Temer, em mensagem lida pelo porta-voz nesta quarta-feira (12). “Pela primeira vez em anos, há consenso entre os agentes econômicos de que será cumprido o regime de metas de inflação estabelecido pelo Banco Central.” 

Contas públicas

Na mensagem, o presidente destacou o compromisso do governo federal com o equilíbrio das contas públicas para resgatar a credibilidade do País. Na visão de Temer, os indicadores de diversos setores da economia mostram que a recessão está ficando para trás.

“Indicadores como o aumento na venda de veículos automotores, a diminuição dos estoques nas empresas, a melhora já perceptível no número de carteiras assinadas e os resultados históricos obtidos na balança comercial indicam que o Brasil avançou em sua travessia para sair da maior crise econômica de nossa história”, afirmou.

Parâmetro

A taxa é usada como referência por bancos ao conceder empréstimos a empresas e consumidores e é considerada como um parâmetro para definir o custo do capital no Brasil. Na prática, ela é a taxa mínima de retorno de um investimento e, quanto mais baixa ela fica, mais interessante é para o empresariado tirar projetos da gaveta e contratar.

Fonte: Portal Planalto

FONTE: Portal Planalto