Voltar

Michel Temer: relação entre Brasil e China é fonte de investimentos e desenvolvimento

26.06.2018

Ao sancionar nesta terça-feira (26) a lei que institui o Dia Nacional da Imigração Chinesa, o presidente da República, Michel Temer, classificou a China como uma importante fonte de investimentos. Por este motivo, o Governo do Brasil trabalha para estreitar a relação com o país asiático em busca de mais desenvolvimento.

“A China, sabemos todos, é o nosso principal parceiro comercial. Naturalmente, fonte de crescer intensos investimentos. Temos uma parceria estratégica global”, disse o presidente, durante cerimônia no Palácio do Planalto. “É uma relação que queremos cada vez mais próxima”, pontuou.

Fator humano

A partir da sanção da lei, o Dia Nacional da Imigração Chinesa será comemorada no dia 15 de agosto, data que faz referência à chegada de  um grupo de imigrantes chineses ao Brasil, em 1900, em busca de melhores condições e oportunidades de trabalho. Para Temer, a relação entre os dois países deve ter como pilar a conexão humana.

“Tenho sempre a satisfação de enaltecer a vocação do Brasil para a abertura […] é um País que sempre soube – e sempre saberá – acolher aqueles que buscam, em nossas terras, construir ou reconstruir suas vidas”, concluiu.

FONTE: Planalto