Voltar

Michel Temer: Rede Brasil Mulher é ferramenta para promover a dignidade da mulher no País

06.12.2017

O presidente da República, Michel Temer, classificou a Rede Brasil Mulher como mais um instrumento do Governo do Brasil para promover a dignidade da mulher e da justiça no País. Lançado nesta quarta-feira (6), o programa abrange instituições públicas e privadas que desejam participar da solução de problemas relacionados à desigualdade de gênero.

De acordo com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), haverá núcleos temáticos que tratarão de cinco eixos: saúde, educação, enfrentamento à violência, espaços de poder e decisão e autonomia econômica. “Eu vejo na Rede Brasil Mulher uma ferramenta para muita eficiência. (…) Com a Rede, haverá muito melhor entrosamento, melhor emprego de recurso e melhores resultados”, afirmou Temer.

Carta Magna

Após assinar o decreto que cria a Rede, Temer ressaltou que a busca pela igualdade das mulheres, incluindo a autonomia econômica e a maior participação política, é um preceito da Constituição Federal. Por isso, há citação expressa à igualdade dos direitos e deveres de homens e mulheres.

“Foi um novo status dado à mulher, a menção vocabular e a colocação tópica da mulher nesse dispositivo são o reconhecimento da igualdade absoluta. Não há a menor possibilidade de desequiparar, desigualar ou desparificar o homem da mulher ou a mulher do homem. São todos iguais”, disse.

06/12/2017 Assinatura do decreto de criação da Rede Brasil Mulher

FONTE: Planalto, com informações da SPM