Voltar

Em Brasília, Temer preside reunião do Mercosul e estados associados

20.12.2017

Evento que marcará o fim da presidência pro tempore do Brasil, o presidente da República, Michel Temer, presidirá nesta quinta-feira (21) a 51ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados.

No período em que o Brasil comandou a organização, o fodo da entidade se voltou para a sua vocação original: livre comércio, democracia e direitos humanos. Segundo o porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, o País trabalhou, entre outras coisas, pelo fim de barreiras comerciais dentro do bloco.

Briefing Quinquagésima Primeira Cúpula de Chefes de Estado do …

#AoVivoAcompanhe o briefing do porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, sobre a Quinquagésima Primeira Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados.

Posted by Planalto on Wednesday, December 20, 2017

Neste período, novos acordos foram assinados; em abril, as nações assinaram o Protocolo de Facilitação de Investimentos. Parola explicou que o bloco comercial avançou no diálogo com a Aliança do Pacífico, formada por Chile, Colômbia, México e Peru. Além disso, foi fechado um acordo entre Brasil e Colômbia nesse período.

O evento que ocorre nesta quinta-feira, reunirá os presidentes de Argentina, Bolívia, Guiana, Paraguai e Uruguai e representantes de Chile, Colômbia, Equador, Peru e Suriname. Segundo Parola, será uma “oportunidade valiosa para os países reafirmarem o compromisso com um Mercosul mais aberto e mais moderno.”

FONTE: Planalto