Editorial - Folha de São Paulo

Debate maduro

13.02.2017

A revisão das regras para a concessão de aposentadorias, afinal, está em pauta desde os anos 1990, quando o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tornou-se deficitário -até então, a hiperinflação corroía o valor dos benefícios e ajudava a fechar as contas

Carlos Sardenberg - Rádio CBN

Reforma na Previdência corta o principal buraco nas contas públicas

10.02.2017

O rombo é exponencial e dobra a cada ano. A reforma é essencial, mas precisa ser passada aos estados. Os governos Lula e Dilma aceleram os gastos públicos e irresponsáveis das estatais e permitiram que os estados também elevassem os gastos.

Ribamar Oliveira - Valor Econômico

Arrecadação federal tem alta real depois de 2 anos

09.02.2017

Pela primeira vez desde março de 2015, a arrecadação de tributos administrados pela Receita Federal – excluída a contribuição previdenciária – registrou, em janeiro, crescimento acima da inflação

Antonio Delfim Netto - Valor Econômico

Delfim Netto: A missão de Temer: trocar o pneu com o carro andando

07.02.2017

Os sinais de melhora da economia se devem à sua “arte” e paciência na coordenação política e à sua firmeza na insistência das reformas que o Brasil precisa para retornar ao leito do desenvolvimento mais sustentável e, principalmente, mais equânime

Coluna Mercado - Eduardo Sodré - Folha de São Paulo

Indústria automotiva crê em retomada e acelera produção

07.02.2017

Outro dinheiro esperado pelas montadoras vem da liberação do saldo de contas inativas do FGTS. As empresas acreditam que parte dos R$ 40 bilhões previstos podem ser investidos na aquisição de automóveis.

Editorial - O Estado de São Paulo

Previdência Social

06.02.2017

O balanço das contas públicas, divulgado pelo Tesouro Nacional no dia 30 de janeiro passado, mostrou – mais uma vez – que o rombo nas contas da Previdência Social contribuiu preponderantemente para o déficit primário de R$ 155,79 bilhões registrado no ano passado

Editorial - Jornal O Globo

Reforma da Previdência

06.02.2017

Sob o aspecto demográfico, a Previdência, como está, fica ainda mais insustentável