Novas ambulâncias vão qualificar atendimento de saúde em Esteio (RS)

09/01/2017 por: marcella

A doação de 340 novas ambulâncias anunciada, nesta segunda-feira (9), pelo presidente Michel Temer, em Esteio (RS), renova parte da frota de ambulâncias e contribui para qualificar Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) para a população.

As novas unidades, que representam um investimento de R$ 67,6 milhões, são destinados a atender municípios em 19 estados e substituem veículos com até cinco anos de circulação sem renovação.

Esteio, que fica na região metropolitana de Porto Alegre, é um dos 61 municípios gaúchos a receber uma nova ambulância. Em entrevista ao Portal Planalto, o prefeito da cidade, Leonardo Pascoal, ressaltou a importância do novo equipamento.

“Para o usuário, qualifica por ter uma estrutura melhor, um equipamento mais moderno e, com isso, a gente acaba oferecendo um atendimento não apenas mais ágil, mas também mais qualificado, especialmente porque se trata de uma situação de urgência e emergência. A entrega dessas ambulâncias vai nesse sentido, de poder qualificar na ponta o atendimento do cidadão ali no município”, diz o prefeito. Ele aponta ainda que o veículo novo dá melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde que prestam socorro.

O novo veículo vai permitir, no caso de Esteio, que a ambulância utilizada atualmente como reserva pelo Samu seja direcionada para outros atendimentos na área de saúde no município, como o deslocamento de pacientes para realizar consultas, exames e outros procedimentos.

Desse modo, “a ambulância que estamos recebendo vai ajudar muito na qualificação, não apenas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas também do transporte social da Secretaria Municipal de Saúde”, ressalta Pacoal.

Parceria federativa

O prefeito de Esteio aponta ainda para a importância das diferentes esferas do poder público atuarem em conjunto para o bom funcionamento do sistema de saúde no País.

“Só pode funcionar e ser qualificado com os esforços dos três entes da federação – do município, do estado e do governo federal. E eu acredito que o Ministério da Saúde tem envidado todos os esforços necessários para que essa integração possa ser qualificada e, com isso, a gente possa prestar um serviço de maior qualidade para a população”, conclui.

Fonte: Portal Planalto